logo

Copyright ©2018 REDLARA

FAQ

Redlara: FAQ

O que é ICSI e qual sua eficácia?

A Injeção Intracitoplasmática dos Espermatozóides ou ICSI, de acordo com suas abreviaturas em inglês, é um tratamento proposto para os homens com os seguintes diagnósticos: 
  

  • contagem de espermatozóides muito baixa, 
  • ausência de espermatozóides no ejaculado, 
  • espermatozóides imóveis ou móveis sem progressão, 
  • porcentagem baixa de espermatozóides com morfologia normal. 

  
  No entanto, na atualidade, alguns centros aplicam o ICSI para todos os casos. O ICSI é uma Técnica da Reprodução Assistida que se diferencia da Fertilização In Vitro (FIV) na maneira de efetuar a inseminação. Enquanto em FIV colocam-se os óvulos e os espermatozóides em um meio de cultura para que ocorra a fertilização; em ICSI capta-se cada óvulo maduro e um espermatozóide é cuidadosamente injetado no seu citoplasma para que assim se realize a fertilização. Microscópio e instrumentos que têm movimentos milimétricos são utizados para a realização deste procedimento.

Os outros passos do procedimento ICSI são idênticos aos realizados para o FIV, e que já descrevemos anteriormente em detalhes.

Na América Latina, existe uma taxa global de gravidez de 29% por ciclo de tratamento com ICSI, de acordo com o Registro Latino-americano de 1998.

Quando pode-se considerar um casal infértil?

Quais são as causas mais freqüentes de infertilidade?

Qual e como é o estudo básico da infertilidade?

É importante o tempo de infertilidade?

É importante a idade do casal, tanto no homem como na mulher?

Como é o processo reprodutivo no ser humano?

O que é a fertilização In Vitro (FIV) e qual é sua eficácia?

Qual a frequência da infertilidade?

O que é ICSI e qual sua eficácia?

Estes tratamentos aumentam a probabilidade de aborto ou de crianças nascidas com problemas?

Tem alguma dúvida?

Estamos a sua disposição.

ERB2

Pec Online

Glossário revisado da Terminologia das Técnicas de Reprodução Assistida (TRA), 2009. Comintê Internacional para Monitorização da Tecnologia Reprodutoiva Assistida (ICMART) e Organização Mundial de Saúde (OMS)