blogado
  Você fez, leu, pensa em fazer... já está BLOGADO.
blogado Ribeirão Preto Dicas, Notícias e Muito mais...
 
 Contra ataque da DC com a Legião dos Super Heróis
Sucesso da Marvel com os Guardiões da Galáxia? Contra-ataque da DC com a Legião dos Super-Heróis!

Segundo fontes, Warner está contatando roteiristas em busca de boas ideias para adaptar ao cinema os quadrinhos do grupo futurista.

Não é segredo para ninguém que a Warner Bros. tem feito de tudo para repetir com a DC o sucesso do casamento Disney/Marvel. Nesse proveitoso 2014, os números espantosos de Guardiões da Galáxia (US$300 milhões somente nos Estados Unidos) mostraram que o Universo Cinematográfico Marvel é capaz de alavancar nas telonas um grupo desconhecido das HQ’s. Pois este é o mais novo desejo da rival Warner.

Segundo o Latino Review, a Warner estaria trabalhando silenciosamente no envio das histórias em quadrinhos de seu próprio time de personagens espaciais, a Legião de Super-Heróis, para roteiristas e seus representantes. A estratégia é que os escritores desenvolvam longas-metragens baseados no grupo futurista de super-heróis da DC. A ideia com a abordagem mais interessante pode vir a se tornar um filme.

A Legião dos Super-Heróis foi criada em 1958 por Otto Binder e Al Plastino, como elenco de apoio do Superboy. Com o tempo, a série conquistou seu público e ganhou independência, notabilizando-se pela temática de fantasia e ficção científica e por suas viagens no tempo. Em sua última reformulação, em virtude d’Os Novos 52, os super-heróis viajam ao presente para evitar uma catástrofe no futuro e acabam presos no século XXI.

Assim, o projeto pode ser um dos filmes que a DC garante lançar até 2020. Serão dez filmes, de uma sequência que tem início com Batman V Superman: Dawn of Justice, em abril de 2016, e inclui Shazam, confirmado pelo intérprete do vilão Adão Negro no futuro filme, Dwayne Johnson. Filmes da Liga da Justiça, da Mulher-Maravilha e do Aquaman, já registrados, também são bem prováveis de acontecer.


Fonte: adorocinema.com
 
 
 Triatletas de Ribeirão Preto garantem vaga no Mundial Ironman 70 3
Rafael Falsarella, campeão na categoria M30-34 da etapa disputada em Monterrey, no México, e Patricia Barros, 5ª colocada, confirmaram presença na final, na Áustria.

Os triatletas de Ribeirão Preto Rafael Falsarella e Patricia Barros estão classificados para a etapa final do Ironman 70.3 - o Mundial da categoria - na Áustria, no dia 29 de agosto. Ambos alcançaram o índice neste domingo, na etapa de Monterrey, no México.

Rafael Falsarella, além de garantir presença na principal prova de 2015, voltou ao Brasil com o título da categoria M30-34 ao completar a prova - 1,9km de natação; 90km ciclismo; 21km corrida - em 4:13:56.
Por causa da baixa temperatura, Falsarella pensou em desistir durante os primeiros quilômetros de ciclismo, mas resistiu e completou os 90km em 2:12:49 (40,66km/h), saltando da 21ª para a quarta colocação durante o pedal.

- Estava muito frio, em torno de 10º C. A minha largada era uma das últimas, então tive que esperar muito tempo e passei frio. Sai da natação com dor no corpo, com sinais de cãibra e tremor. Nos primeiros quilômetros do pedal eu tremia muito e pensei em desisti da prova porque achei que estivesse com hipotermia. Continuei pedalando, mesmo com chuva e frio. A estrada era muito boa, numa estrada excelente, e comecei a buscar um a um - comentou Falsarella.

Com a melhor corrida do dia, 4:13:56 nos 21km (3:55/km de média), o ribeirão-pretano passou os três que estavam na sua frente e conquistou o título.

- Desci da bike com os pés congelados. Nos primeiros dois quilômetros da corrida eu não sentia os pés, mas estava bem. Como eram duas voltas, fiz a primeira "conservando" para crescer na segunda. Quando cheguei, vi que fui bem, mas não sabia o resultado. Vi em casa e fiquei feliz demais - comentou o triatleta, que terá a companhia da também ribeirão-pretana Patricia Barros na Áustria.

Com o tempo de 5:14:20, ela garantiu a quinta colocação na categoria F40-44 e também carimbou o passaporte para o Mundial.
 
 
 Instituto Figueiredo Ferraz leva obras de Fernando Zarif a Ribeirão Preto
Instituto Figueiredo Ferraz leva obras de Fernando Zarif a Ribeirão Preto

O Instituto Figueiredo Ferraz inaugura neste sábado (21), às 16h, a mostra individual “Fernando Zarif" do artista homônimo, exibindo 116 obras, entre desenhos de grande formato sobre papel e sobre tela, esculturas e instalações.

Este conjunto de obras apresenta para o público, de forma didática, a trajetória do artista  paulistano. Os desenhos são apresentados em duas paredes, perfilando quase três décadas de trabalho, desde sua produção juvenil até suas últimas telas, quando aplicava as tintas das bisnagas diretamente sobre o suporte. Estão aí presentes seus seres imaginários, assim como obras produzidas com materiais incomuns, colagens de objetos como papéis, cadeados, entre outros. São apresentadas também esculturas como "A Chave" (1998) e a impressionante "Calvário" (1990). Além de uma série produzida com fios de cobre.

A mostra tem o mérito de trazer a público algumas obras inéditas do artista, descobertas pelo  Projeto Fernando Zarif que catalogou a totalidade da produção do artista a partir de uma  minuciosa pesquisa de seu espólio. Dentre elas, estão obras produzidas a partir de materiais como cartas de baralho e adesivos de banca de jornal, cabelos, assim como obras produzidas a partir de instrumentos musicais.

Esta é a primeira vez que o Instituto produz uma mostra individual de um artista que não faz parte de sua coleção. Conta com o apoio do Projeto Fernando Zarif e das galerias Millan, Jaqueline Martins e Luciana Brito.

O artista também foi um dos responsáveis por trazer identidade visual ao álbum dos Titãs "Titanomaquia", lançado em 1993, criando a capa de um dos discos que marcaram a trajetória da banda.

Fernando Zarif

Criador compulsivo, o artista não se contentava em expressar sua visão de mundo apenas nas artes plásticas e, por isso, chegou a compor canções pop e a comandar um programa de rádio especializado em musica erudita contemporânea. Zarif é conhecido por ter operado em diversos níveis de criação. Mostrando versatilidade e um senso estético bastante autêntico, Fernando mesclou as mais diferentes técnicas, cores e formas. Deixou um impressionante  acervo de mais de 2 mil obras.

Serviço:

Exposição: “Fernando Zarif“

Abertura: 21 de março (sábado), das 16h às 19h

Período Expositivo: 23 de março a 25 de abril

Instituto Figueiredo Ferraz

Rua Maestro Inácio Stábille, 200 - Alto da Boa Vista

Telefone: (16) 3623-2261

Horários de Funcionamento: de terça a sábado, das 14h às 18h

Entrada franca
 
 
 Centro de Ribeirão Preto terá novo posto de atendimento para recarga de vale-transporte
Atendendo solicitação da Transerp, empresa que gerencia o trânsito e o transporte urbano de Ribeirão Preto, o Consórcio PróUrbano disponibilizará aos usuários de ônibus, mais um posto de atendimento.

A nova unidade funcionará na rua Tibiriçá, 646, no Centro, a partir desta sexta-feira (20). O horário de funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e aos sábados, das 7h às 13h.

No novo posto de atendimento oferecerá serviços como emissão do cartão Cidadão e a recarga dos cartões Cidadão, Expresso e Estudante.

Com essa nova unidade o sistema passará a contar com seis postos de atendimento aos usuários do transporte coletivo. Os outros cinco estão situados na rua São Sebastião, 1020; no Complexo Ribeirão Verde – supermercado Mialichi, na estação rodoviária e nos terminais do Hospital das Clínicas e RibeirãoShopping.

Além dos postos de atendimento, os usuários do transporte coletivo ainda podem utilizar os 400 postos de recarga para o Cartão Cidadão, espalhados por todas as regiões da cidade.

A aquisição de créditos também pode ser feita via internet no site www.nossoritmoribeirao.com.br. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-77-10-118.
 
 
 Festival de cerveja comemora dia de São Patrício em Ribeirão Preto, SP
Evento acontece pela primeira vez em área aberta e entrada custa R$ 125. Além da degustação de bebidas, visitantes terão apresentações de rock.

A cultura irlandesa será celebrada com muita cerveja neste sábado (14) em Ribeirão Preto (SP). A cidade receberá o St. Patrick's Festival, em referência ao dia de São Patrício, padroeiro da Irlanda, e que é celebrado no dia 17 de março.
Além de variedades de chope, o evento também terá apresentações de bandas de rock e espaço para a gastronomia. Segundo a organização, aproximadamente 2,7 mil pessoas são esperadas no festival, que será no Parque Versalles do clube Magic Gardens. As entradas custam R$ 125 cada e podem ser adquiridas no site Net Tickets.

A novidade deste ano é que os visitantes pagarão apenas uma taxa única para consumir à vontade os chopes artesanais, produzido por uma cervejaria de Ribeirão, e também o tradicional chope verde. É a primeira vez que o festival acontece em espaço a céu aberto.
Além de cerveja, o evento também contará com a apresentação das bandas Terra Celta, Senhor X, Taberna Folk, The What e Pearl Jam Cover Ribeirão e do DJ Freddy Batista.

Serviço:
St. Patrick’s Festival
Data: 14/03 às 15h
Local: Parque Versalles -Magic Gardens
Rodovia Alexandre Balbo, km 332 – Jardim Orestes Lopes de Camargo
Valor: R$125
 
 
 Quadrinista Al Plastino entrou com pedido no tribunal estadual de NY para descobrir quem possui o trabalho, para que a obra possa ser doada ao acervo Kennedy
Um idoso quadrinista está correndo contra o tempo para recuperar um desenho seu que retratava o personagem Superman com o presidente John F. Kennedy, o qual deveria ter sido publicado numa revista no mês em que Kennedy foi assassinado, em 1963.

Al Plastino, de 91 anos, pediu nesta semana a um tribunal estadual de Nova York que ordene a casa de leilões Heritage Auctions, de Dallas, a identificar a pessoa que a contratou para vender a obra original, intitulada "A missão do Superman para o presidente Kennedy", a fim de que Plastino possa solicitar sua devolução.

Segundo documentos judiciais, Plastino achava que o desenho teria sido doado ao acervo de Kennedy logo depois do assassinato do presidente, um crime que completa 50 anos na sexta-feira (22).

Mas, recentemente, o artista ficou surpreso ao descobrir que o desenho seria levado a leilão na sexta-feira em Beverly Hills, na Califórnia. O porta-voz da Heritage Auctions, Noah Fleisher, disse que por causa da polêmica a empresa desistiu de leiloar a obra.

Siga o iG Cultura no Twitter

Plastino foi um dos mais aclamados e prolíficos desenhistas do Superman no auge do personagem, em meados do século 20, segundo documentos judiciais.

Ele disse que aguarda a devolução do desenho para que ele possa ser "exibido no seu devido lugar", a Biblioteca Presidencial Kennedy, em Boston, e para que esse seja "seu legado público e duradouro ao público interessado", disse a ação judicial.

"Devido à idade avançada e saúde frágil do senhor Plastino, o tempo é essencial para que esta questão seja resolvida durante sua vida", disseram os documentos judiciais.
 
 
 Al Plastino, quadrinista que ficou conhecido por desenhar o Superman nas décadas de 1950 e 1960.
Al Plastino (Nova York, 15 de dezembro de 1921 – 25 de novembro de 2013), quadrinista que ficou conhecido por desenhar o Superman nas décadas de 1950 e 1960. Superman foi criado por Jerry Siegel e Joe Shuster em 1938 e desde então é publicado pela DC Comics.

Al Plastino, um dos maiores artistas a desenharem o Superman, o mais icônico dos super-heróis, publicado pela editora DC Comics. Plastino se notabilizou principalmente nos anos 1950, sendo cocriador de muitos personagens do universo do homem de aço, como a Supergirl, a Legião dos Super-Heróis e os vilões Brainiac e Parasita.

Nascido Alfred John Plastino em 1921, em Nova York, se criou no Bronx e estudou artes industriais, ingressando no mercado de quadrinhos em 1941, na editora Dynamic Comics, onde ilustrou personagens como Dynamic Man e Major Victory. Também trabalhou na Marvel Comics – na época chamada Timely – fazendo a arte final do Capitão América. Como muitos artistas da época, Plastino foi convocado a servir na II Guerra Mundial, produzindo cartazes para o exército.

De volta ao mercado comercial em 1948, Plastino ingressou na DC Comics, trabalhando com o Superman. Desenhou as revistas Action Comics, Superman, Adventure Comics, em histórias do Superman, do Superboy e da Legião dos Super-Heróis, da qual foi criador ao lado do escritor Otto Binder; também seu parceiro na criação da Supergirl e do vilão Brainiac.

Inicialmente, Al Plastino era obrigado pela DC Comics a imitar o estilo de Wayne Boring, o principal artista do Superman nos anos 1940. Na década seguinte, porém, Plastino pôde empregar seu próprios estilo, mais similar ao de outro grande artista do personagem: Curt Swan.

Plastino protagonizou um dos momentos mais curiosos da carreira do Superman nas HQs. A pedido do Governo dos EUA, a DC encomendou uma história sobre um programa de exercícios físicos bancados pela gestão do presidente John F. Kennedy, em 1963.

Plastino desenhou a história, em que o Superman se encontra com o presidente-estrela e, inclusive, revela sua identidade secreta para ele. Contudo, Kennedy foi assassinado em Dallas em 22 de setembro daquele ano – há 50 anos atrás – ainda antes da revista ser publicada.

A DC decidiu manter a história, mas substituiu de última hora o rosto de Kennedy por seu substituto, Lyndon Johnson. Ainda assim, Plastino colocou uma imagem espectral de Kennedy no fim da história, com o ex-presidente observando o homem de aço voando.

Nos anos 1960, Plastino migrou palautinamente das revistas para as tiras de jornal. Entre 1966 e 1972 produziu as tiras de Batman e de Superman, ao mesmo tempo em que esses personagens eram renovados em suas revistas e os velhos artistas eram afastados. As últimas histórias desenhadas pelo artista nas revistas do Superman se deram em 1968. Plastino terminou saindo da DC e trabalhando na tira de Ferdnando até se aposentar em 1989.

Ele também foi cotado para substituir Alfred Schulz nas tiras de Peanuts, no início dos anos 1970, quando um acordo entre o criador de Charlie Brown e sua editora quase falhou. Schulz realizou o acordo e as tiras desenhadas por Plastino nunca foram publicadas.

Al Plastino morreu em 25 de novembro de 2013, depois de lutar contra o câncer de próstata, aos 91 anos.
 
 
 Aos 91 anos, morre Al Plastino, ilustrador do Superman nos anos 1950
Aos 91 anos, morre Al Plastino, ilustrador do Superman nos anos 1950
Artista também foi responsável pela apresentação da Supergirl para o público.

Aos 91 anos, o desenhista Al Plastino faleceu depois de longa batalha contra o câncer de próstata. O quadrinista veterano ficou muito conhecido por seu trabalho desenhando o Superman nas décadas de 1950 e 1960.

Segundo informações do Hollywood Reporter,  a carreira de Plastino começou no início dos anos 1940, ilustrando revistas como Dynamic Man e Major Victory. Foi só depois da 2ª Guerra Mundial, quando desenhou cartazes e manuais para combatentes, que Plastino passou a desenhar para a DC Comics.

Na DC, além de desenhar histórias do Superman, o artista  também foi responsável pela apresentação da Supergirl para o público.
 
 
 Série da Supergirl poderá interagir com Arrow e The Flash
SÉRIE DA SUPERGIRL PODERÁ INTERAGIR COM ARROW E THE FLASH

A vindoura série da super-heroína “Supergirl” poderá incorporar-se no universo narrativo das séries “Arrow” e “The Flash”. A informação foi compartilhada pelo produtor que as três séries compartilham, Greg Berlanti, em um perfil da revista Entertainment Weekly.

Berlanti já teve uma experiência bem-sucedida com um crossover ao introduzir o protagonista de “The Flash” num episódio da série “Arrow”. Os dois super-heróis, por sinal, voltarão a se encontrar em episódios de suas respectivas séries, que irão ao ar na próxima semana.

Mas a produção de “Supergirl” terá um grau maior de dificuldade para realizar seu crossover com as demais séries. Ela será exibida no canal CBS, enquanto “Arrow” e “The Flash” passam no CW nos EUA. O fato de terem o mesmo produtor e estúdio (WBTV) pode transpor essa barreira para conseguir uma façanha: conectar o público de diferentes canais numa mesma história compartilhada.

Também conhecida como Kara Zor-El, Supergirl é prima de Superman e outra sobrevivente da explosão do planeta Krypton. Criada por Otto Binder e Al Plastino numa história do Superman em 1959, ela acabou fazendo sucesso e ganhou revista própria. Mereceu até um filme, lançado em 1984 com Helen Slater (série “The Lying Game”) no papel principal. Mais recentemente, Supergirl foi interpretada por Laura Vandervoort (série “Bitten”) na série “Smallville”.

A série atual está sendo desenvolvida como uma nova versão da personagem. Ela não tem título definido e, segundo o Deadline, entre as opções consideradas estão “Super” e “Girl”.

A WBTV já tenta há bastante tempo emplacar uma série de super-heroína, tendo desenvolvido dois projetos sobre a Mulher-Maravilha. O primeiro chegou a ser filmado, rejeitado e acabou vazando na internet, para constrangimento de todos os envolvidos – era péssimo. O segundo, intitulado “Amazon”, teve duas versões diferentes, mas nunca saiu do papel.
 
 
 Ribeirãopretanos protestam contra presidente Dilma e corrupção
Ribeirão-pretanos e moradores de cidades da região fizeram, na manhã deste domingo (15), uma manifestação contra a corrupção e contra o governo da presidente Dilma. Os protestos ocorrem também em todo o país.

A manifestação começou nas praças Carlos Gomes e XV, no Centro de Ribeirão Preto, e depois percorreu a rua Visconde de Inhaúma e a avenida Nove de Julho, onde parou entre as avenidas Presidente Vargas e Independência.

No protesto era possível encontrar muitas faixas contra a corrupção, outras pedindo o impeachment da presidente Dilma Rousseff, e também de apoio ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que recentemente divulgou uma lista com políticos que serão investigados na Operação Lava-Jato.

Houveram vários gritos com palavras de ordem durante o percurso, além de trenzinho, comum em festas universitárias e infantis, onde alguns dos organizadores reforçaram o coro contra a corrupção. Ainda foram tocados os hinos nacional e da Independência. Segundo levantamento da PM (Polícia Militar), cerca de 35 mil pessoas participaram do protesto na cidade.
 
 
 Empresas de Ribeirão Preto aumentam suas exportações

Empresas de Ribeirão Preto aumentam suas exportações

A valorização do dólar fez com que as vendas externas crescessem 24% no mês passado, em relação a 2014

Mesmo com saldo negativo após quatro meses de bons resultados, a balança comercial de Ribeirão começou 2015 sentindo efeitos positivos da alta do dólar. Dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) mostram que as exportações feitas pelas empresas da cidade cresceram 24% no mês passado, no comparativo com janeiro de 2014. Ao todo, Ribeirão vendeu US$ 14,5 milhões em produtos para fora do país.

Segundo Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), com a valorização da moeda norte-americana, as empresas exportadoras aumentam seu lucro.

O economista Fred Guimarães, da Associação Comercial e Industrial de Ribeirão (Acirp), diz que o movimento de desvalorização da moeda brasileira tem grande influência sobre o comércio internacional. “O dólar valorizado favorece as exportações, pois as empresas exportadoras vendem seus produtos no exterior e, com o câmbio elevado, auferem receitas maiores em reais.”

Ainda segundo ele, para as importações, a desvalorização do real tem efeito oposto. “O produto estrangeiro assume valores mais elevados, o que dificulta a aquisição desses produtos por parte das empresas importadoras. Portanto, os setores mais beneficiados são aqueles com maior volume de exportações em relação ao faturamento.”

Prova disso é que as empresas de Ribeirão, em janeiro, compraram praticamente a mesma quantidade, em volume, de produtos no exterior mas pagaram 13% a mais em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram importados US$ 16,3 milhões, o valor causou desequilíbrio na balança comercial do mês, que ficou negativa em US$ 1,8 milhão.

Países e produtos
Os países que mais compraram as empresas locais foram Japão, Tailândia e Alemanha (veja infográfico nesta página). A Venezuela, que em 2014 foi o país que mais comprou da cidade, pulou para a sexta posição no mês passado.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento, bens intermediários, como insumos industriais, peças e equipamentos de transporte e alimentos e bebidas destinados a indústria, foram os mais vendidos pelas empresas da cidade para fora, 75% do total exportado.

Empresas se unem de olho no mercado externo
Em Ribeirão, os setores influenciados positivamente pela alta do dólar, segundo a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) das principais empresas exportadoras da cidade, são o comércio, especificamente os segmentos de máquinas e equipamentos para uso industrial, produtos da extração mineral e resíduos e sucatas metálicos; e indústrias de transformação, através dos segmentos de fabricação de aparelhos eletrodomésdicos e eletroterapêuticos e equipamentos de irradiação, e fabricação de produtos químicos e preparados químicos diversos.

E de olho no mercado internacional e no aumento da competitividade, duas das maiores e mais tradicionais indústrias de Ribeirão Preto anunciaram sua fusão no mês passado. A Dabi Atlante e Gnatus pretendem vão criar uma companhia mais forte, com maior atuação global, mais investimento em tecnologia e ampliação em setores de atuação. A operação ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

 
 
 Ciclismo de base de Ribeirão Preto conquista ouro e prata na Copa SP

As categorias de base da equipe de ciclismo de Ribeirão Preto começaram a disputa da Copa São Paulo com o pé direito. Nesse domingo (22), em Bauru, os atletas conquistaram um ouro e uma prata para a cidade, além de um quinto lugar.

No infanto juvenil masculino o primeiro lugar ficou com João Henrique Scaranti, enquanto no juvenil feminino a atual campeã, Gabriela Martins, conquistou a prata e Paloma Corrêa ficou em quinto. O primeiro lugar entre as mulheres foi da equipe de São Carlos, o terceiro de Matão e o quarto do Velo Clube, de Rio Claro.

“Foi uma surpresa o primeiro lugar da Raquel (ciclista de São Carlos), que foi muito bem. A Gabriela competiu para vencer. Já a Paloma teve problemas mecânicos, o que nos prejudicou e fez com que ela chegasse em quinto”, disse o técnico da base, Fernando Bassanezi. “Estava bem quente e bem duro o circuito, com subidas longas”.

Também competiram por Ribeirão Preto os ciclistas Marco Antonio Azevedo, Vitor Tavares, Felipe Montana e Filipe Tetzlaff, no Júnior, e Cauê Belarmino, Bruno Henrique e Diego Gandra, no Sub23. A próxima etapa da Copa SP será disputada no dia 15 de março, em Cajuru.

 
 
 Ciclista ribeirão-pretano vence GP Cidade Morena no MS

 O ciclista Antoelson Dornelles que compete pela equipe de ciclismo de Ribeirão Preto/Botafogo (São Francisco Saúde/Biosev/SME) foi o vencedor do GP Cidade Morena, disputado nesse domingo, em Campo Grande-MS. Dornelles superou as dificuldades da prova e foi o mais rápido, à frente de Luis Fernando Pacanaro, que foi o segundo colocado.

“Essa prova serviu como preparação para o Tour do Rio. Estou feliz pela vitória e preparado para buscar uma etapa no Tour a partir desta terça. Vou lutar por isso até o fim e espero conseguir”, comentou Dornelles.

Foi a primeira prova da equipe com o uniforme que tem a marca da Bioseca, nova patrocinadora master do time ribeirão-pretano.

Segundo no Feminino

Além de Dornelles, a ciclista Gimena Stocco também subiu ao pódio do GP Cidade Morena. Ela foi a segunda colocada na categoria elite.

A equipe de ciclismo de Ribeirão Preto/Botafogo é patrocinada pela São Francisco Saúde, Biosev e Gold Meat, co-patrocínio da Powerade e apoios da SME e Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, Viapol, Garbo, Kelly, Brasforma, Kuota, Catlike Capacetes e Óculos, Molyplast, Engevap, Mousse Cake, Fundição Batatais e Mafra Distribuidora. O apoio institucional é da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte, SELJ e Governo do Estado de São Paulo.

 
 
 Feira gastronômica tem de petiscos a pratos elaborados em Ribeirão Preto

Evento acontece no sábado (7), das 14h às 22h, no Ribeirão Shopping.
Delícias custam de R$ 3 a R$ 24; confira as opções de delícias.

O Ribeirão Shopping recebe no sábado (7) a primeira edição de ‘A Feira’. O evento gastronômico em Ribeirão Preto (SP) reúne diferentes expositores com opções desde petiscos e doces a pratos elaborados, e bebidas artesanais para acompanhar as guloseimas e satisfazer aos mais variados paladares.
A Feira acontece das 14h às 22h, no Boulevard do Ribeirão Shopping. A entrada é gratuita. Os pratos custam de R$ 3 a R$ 24. O pagamento poderá ser feito em dinheiro ou no cartão de débito.

Segundo a empresária Sabrina Galli, uma das organizadoras, a ideia de promover o evento surgiu depois de verificar um momento próspero da cidade com relação a novas experiências gastronômicas. “Eu acredito que houve um boom de paladares, do aumento no número de empórios, restaurantes e produtos que não se encontravam na cidade e hoje todos já conhecem”, diz.

Sabrina ressalta que o evento também é uma união de profissionais de diversas áreas, e que deram sua contribuição para que a feira ganhasse forma. “Temos parceiros na área de arquitetura, cultura, assessoria de imprensa e todos deram sugestões, como o espaço para as crianças, os músicos e também a exposição”, afirma.

Além de uma amostra do cardápio de bares e restaurantes e opções de delícias preparadas por chefs em foodtrucks locais e de outras cidades, o público poderá apreciar chopes artesanais das cervejarias Colorado, Invicta, Walfänger, Weird Barrel e Fritz.

Como parte da programação da feira, foi lançada na semana passada uma exposição fotográfica com 20 imagens registradas pelos fotógrafos Soraya Montanheiro, Iara Venanzi e Miguel Costa Júnior. A mostra "Street Food", em cartaz no Ribeirão Shopping, traz fotos do Mercadão de São Paulo, das barraquinhas de Porto Seguro (BA), do almoço apressado nas ruas de Hong Kong e dos populares churros das cidades mexicanas.

Confira a lista dos participantes e dos pratos:

O Pastifício
- Rondelli de presunto parma, mozzarella, parmesão, ricota e espinafre ao molho pomodoro
- Lasagna de Funghi
- Panna Cotta com calda de morango

La Nô Armazem
-Bolinho de vaca atolada (acompanha molho picante de picles).

Raízes
-Lombo suíno em Sous Vide ao perfume de erva-doce e limão cravo.
-Musseline de mandiocas com queijo minas, tomate grape confitado e azeite de tomilho.
-Espuma de couve manteiga.

Casimiros
-Pancetta à pururuca.
-Cestinhas de pastéis de palmito com brie e de bacalhau.

Sr. Shiitake
-Trilogia de ceviche de peixe branco, de camarão e de polvo, marinados no limão.
-Temaki de salmão - cone de nori (alga) recheado com salmão, cream cheese, arroz japonês e cebolinha.
-Fry cheese - bolinhos de cream cheese, envoltos por uma fatia de salmão, empanados e fritos.

Duné
-Empadão goiano (com frango, palmito, azeitona, catupiry e linguiça).
-Empadão de palmito (recheio de creme de palmito).
-Molho de pimenta Duné Gourmet.

Bendito Burger
-Bendito Chutney - pão, burger tradicional, muçarela, chutney (molho) de tomate e picles.
-Bendito Bacon - pão australiano, burger tradicional, cebola caramelizada, bacon e cheddar.
-Bendito Funghi - pão com gergelim, burger de frango, muçarela e mix de cogumelos.
Nosso Buteco
-Bolinho W3H - massa de mandioquinha e carne seca, recheada com cebola e pimentão vermelho marinados no whisky e empanado com cerveja e farinha de rosca especial temperada.
-Bolinho W3H versão vegetariana.

Crumble Cozinha
-Sanduíche de pão preto sem glúten e sem leite, com pasta de frango, biomassa de banana verde, gergelim, picles e cenoura.
-Escondidinho de carne com purê de banana da terra assada, sem glúten e sem leite, e batata palha doce.
-Brownie, sem glúten e sem leite, de chocolate 70%, com amêndoas e ganache com leite de amêndoas.

Casa de Criações Culinárias
-Hot dog no pão ciabatta, salsicha Frankfurter (berna), molho de cheddar, relish de pepino e chips de mandioca.
-Hot dog no pão tradicional, salsicha Frankfurter (berna), molho de barbecue, maionese da casa e chips de mandioca.
-Relish de pepino.
-Bolo de maçã verde com Butterscotch (calda de camarelo à base de açúcar mascavo e creme de leite).

Frida Taqueria
-Nacho Chilli - tortilhas de milho crocantes, chilli com carne, frijoles (pasta de feijão), cheddar derretido, sour cream e tiras de queijo.
-Taco Machaca - tortilha de milho crocante, machaca (carne desfiada em tiras), guacamole, alface e sour cream.
-Burrito Carnitas - tortilha soft de trigo, porco defumado desfiado, frijoles (pasta de feijão), alface, tomate, jalapeño e molho frida (sour cream de pimenta chipotle suave).

Botica da Roça
-Sanduba caipira: linguiça de pernil prensada, cebola caramelizada, tomate selado, mix de queijos, muçarela, alface americana e pão da roça.
-Trio de linguiça Ribeirão - linguiça caipiríssima, linguiça com bacon e alho e linguiça com azeitonas verdes e provolone (acompanha fatias de pão rústico, cebolas e tomates na chapa).

Maria Marie Bistrot Burger
-Ratatouille Camponês - finas lâminas de legumes cozidos no suco de laranja, aromatizadas por ervas especiais, acompanhadas por uma crocante fatia de pão italiano.
-Fettuccine de pupunha - pupunha na manteiga de ervas, acompanhado de farofa de banana e tiras de alcatra.
-Ragoût de Cordeiro à Moda Paulista - ragú de cordeiro, servido com farofa de feijão andu e purê de banana da terra com leite de castanha-do-pará.

Mistura Fina
-Brigadeiros boleados
-Ao leite: com chocolate belga 33% de cacau e splits (flocos) de chocolate belga ao leite.
-Noir: com chocolate belga 70% de cacau e splits de choclate belga meio amargo.
-Churros: com chocolate belga branco, toque de canela, recheados com doce de leite, passados no açúcar com canela.
-Brigadeiro de colher: textura cremosa, feito com chocolate belga 33% de cacau e splits de chocolate ao leite belga.
-Mini Bundt Cake de Churros: com toque de canela e especiarias, passados no açúcar e canela, e cobertos com doce de leite.

Gula Biagi
-Paella marinheira - frutos do mar com sobrecoxa desossada, lula, mexilhões, peixe, tomates frescos, camarões e açafrão espanhol. Acompanha molho de ervas.
-Mexilhões ao vinagrete - servidos na meia concha preparados com vinho e páprica picante com vinagrete.
-Pão com jamón - fatias de pão caseiro com tomate maduro e presunto serrano com azeite.

Serviço
A Feira
Quando: sábado (7)
Horário: das 14h às 22h
Onde: Boulevard do Ribeirão Shopping - 8ª expansão
Endereço: Avenida Coronel Fernando Ferreira Leite, 1540, Jardim Califórnia, Ribeirão Preto
Entrada gratuita.
Preço dos pratos: de R$ 3 a R$ 24 (pagamento em dinheiro ou no cartão de débito)

 
 
 Myrtes brilha nos palcos da Suíça
Ela deixou a casa dos pais aos 18 anos, para dançar em São Paulo. Hoje é estrela nos palcos da Suíça.

A ribeirão-pretana Myrthes Monteiro saiu de casa sozinha, aos 18 anos, determinada a ganhar o mundo. Hoje, comemora três vezes. Mulher, completa 29 anos, com sonhos muito bem realizados. As fotos da brasileira estampam jornais na Suíça. Sua voz é conhecida por toda Europa.

O brilho da vez é o musical Flash Dance. Myrthes é protagonista. Salta exuberante em uma cena, exibe o belo corpo de bailarina em outra, sorri, chora abraçada ao seu par romântico, canta: atriz por completo. “Estou no ápice da minha carreira”.

Myrthes é mescla de artistas. O pai é músico e a mãe cantora. Desde pequena, quis brilhar. “Sempre dancei. Queria ser bailarina, cantora, fazer teatro”.

Quando fez 18, decidiu morar em São Paulo. Passou de primeira em uma grande audição. Fantasma da Ópera, seu primeiro – de muitos - grande trabalho.

Ficou três anos na capital estrelando musicais. O teste para o Rei Leão parecia não ter virado. Impressão, apenas. Três anos depois da audição, Myrthes foi chamada para dançar e cantar na Alemanha, como parte do elenco.

Chegou ao país europeu falando apenas português. “Aprendi na marra”. Enfrentou a barra de ser mulher brasileira, em um país completamente diferente. “Eu não dizia que era brasileira. Inventava outra coisa. A primeira coisa que eles pensam quando você diz que é bailarina e brasileira é em mulher barata”.

Há oito anos fora se tornou fluente na língua, no sapateado e na confiança. Não mente mais a nacionalidade. “Tudo isso passou”. Chegou como parte do elenco, ganhou lugar de protagonista. Em junho, gravou uma música brasileira em homenagem à Copa. Samba do Brasil foi sucesso. “Ficou em segundo lugar nas paradas da Europa”.

Sente saudade de casa. “É o que mais aperta”. Mas não pensa em voltar cedo. “Minha carreira está crescendo aqui. Quero trabalhar com música no Brasil, mas em um futuro distante”.

Em meio a tanto trabalho, ela encontra alguns segundos para sonhar em outras notas. “Quero muito casar e ter filhos. Mas quero ter tempo para os meus filhos”. Por hora, nem mesmo namorar entra na agenda.

“Nem hoje, dia do seu aniversário, tem folga?”, a repórter se surpreende. “Vou comemorar em uma audição. Projeto de um próximo trabalho. Tomara que dê certo!”, ela responde, toda feliz.
 
 
 
posts blogado Posts
Setembro de 2010 5  postagens    
Fevereiro de 2011 5  postagens    
Março de 2011 26  postagens    
Maio de 2011 19  postagens    
Julho de 2011 11  postagens    
Agosto de 2011 11  postagens    
Janeiro de 2012 19  postagens    
Março de 2012 6  postagens    
Junho de 2012 7  postagens    
Julho de 2012 8  postagens    
Setembro de 2012 1  postagens    
Outubro de 2012 1  postagens    
Novembro de 2012 8  postagens    
Março de 2013 6  postagens    
Maio de 2013 4  postagens    
Junho de 2013 16  postagens    
Setembro de 2013 1  postagens    
Outubro de 2013 1  postagens    
Novembro de 2013 6  postagens    
Dezembro de 2013 1  postagens    
Janeiro de 2014 4  postagens    
Fevereiro de 2014 1  postagens    
Março de 2014 30  postagens    
Abril de 2014 3  postagens    
Junho de 2014 9  postagens    
Agosto de 2014 1  postagens    
Setembro de 2014 1  postagens    
Novembro de 2014 1  postagens    
Dezembro de 2014 5  postagens    
Janeiro de 2015 7  postagens    
Fevereiro de 2015 36  postagens    
Março de 2015 24  postagens    
Todos os Posts
Categorias
Auguste Renoir
Caravaggio
Cemitérios
Cidades
Diego Velázquez
Leonardo da Vinci
Michelangelo Buonarroti
Notícias
Pablo Picasso
Parques
Paul Cézanne
Prefeituras
Rafael Sanzio
Salvador Dalí
Sandro Botticelli
Vincent Van Gogh
 
Untitled Document